Nada além de palavras

Às vezes me pego pensando em você e nos momentos que não vivemos. Tão raro foi que nem se quer existiu. Não passamos de palavras, dos trechos de música correspondidos, do abstrato. O sentimento que nutríamos nunca saiu do rascunho, nunca foi posto à prova.
Que sentimento era aquele que nunca saiu das palavras? Que nunca correu atrás pra fazer jus ao que era dito? Meu coração por um longo tempo foi seu, mas parecia ter medo da responsabilidade de tê-lo em mãos.
Eu queria ter vivido algo muito além de simplesmente uma troca de olhares em um lugar tumultuado e um sms dizendo “quero te encontrar”. Você diz que o destino foi injusto, mas não percebeu o tanto de chances que desperdiçamos.
Ainda hoje me pergunto se tudo isso que vivemos foi real ou se não passou de uma ilusão muito bem elaborada da nossa cabeça, de uma história que colocamos em um pedestal acreditando não sermos merecedores de alcançá-la.
Agora estamos muito mais distantes, e o sentimento, cada vez mais extinto. Já você se esquece de mim. Já eu me esqueço de você. Já que não deixamos nada memorável além de palavras.

7 comentários:

  1. Passando pra desejar um ótimo final de semana!

    Beijos
    http://rosemarylima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lembrei de um rapaz, do não-mais-meu rapaz, que podia ter construído uma história linda comigo, mas preferiu ser só um punhado de rascunhos do passado. Pena.

    Obs, reabri o blog http://denovomaisumavez.blogspot.com.br/ caso queira saber. rs ♥

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo, bem real,
    pois muitas vezes realmente é nada além de palavras, palavras e nada mais!
    Convido você e suas leitoras para conhecerem meu cantinho!

    http://talytaxavier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Às vezes me pego pensando em você e nos momentos que não vivemos. Tão raro foi que nem se quer existiu.

    me pego pensando nessa frase constantemente e imaginando que o que durou foi tão pouco que parece não ter existido =[

    ResponderExcluir
  5. Que triste, Ana.
    Embora muitas vezes seja assim que as coisas aconteçam. É preciso ser forte e se apegar a coisas reais.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito de textos assim. Você ganhou uma nova seguidora aqui e no twitter, visitarei mais vezes :)
    Beijos;*
    Visita? blog-brigadeirando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
    é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido
    também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir

Não comente apenas esperando retribuição. Exponha-se, interrogue, critique, elogie, defenda o que te resta de mais valioso: a opinião. (Ana Paula Ribeiro)